Novos Trajes para a Terra e para o Espaço

Enquanto a Boeing divulga traje das futuras missões espaciais, bem mais leves, resistentes e maleáveis, especialistas já usam trajes futurísticos aqui na Terra mesmo.

Conheça o equipamento desenvolvido pelo suíço Yves Rossy, para voos terrestres de até 1.500 metros de altura, com motores que nos fazem virar homens à jato.

Um aventureiro suíço, conhecido como “homem jato”, voou perto de um avião em uma exibição nos Estados Unidos.

Yves Rossy voou junto com o B-17 usando um traje feito de carbono e uma blindagem do tipo kevlar. O equipamento do suíço também inclui quatro motores.

Fonte: BBC Brasil

Este foi o primeiro voo de Yves para o público americano, em um evento de aviação.

O aventureiro conta que consegue dirigir o percurso quando move o corpo. As asas do traje seguem os movimentos do suíço.

O homem-jato compara seu voo a andar de esquis: se você move o corpo em uma curva, você controla para onde vai.

Com a “jaqueta a jato”, o suíço consegue chegar a uma velocidade de mais de 300 quilômetros por hora e mais de 3,5 mil metros de altura.

O traje é controlado por meio de um acelerador que fica na mão de Yves.

nasa-capa

O Traje Espacial da Boeing

Em 2018, os quatro astronautas da nave espacial Starliner usarão um traje mais moderno, desenvolvido pela Boeing.

A maior vantagem é dar mais conforto e mobilidade aos aventureiros, que irão usar a roupa apenas dentro da nave. Ou seja, a roupa não serve para caminhadas espaciais.

Fontes: TecMundo via NASA/STEVEN SICELOFF  •  IFLSCIENCE

boeing-traje-espacila

O uniforme completo, com sapatos integrados, pesa 9 quilos – 4,5 kg a menos que o icônico traje alaranjado usado pelos tripulantes da Estação Espacial, por exemplo. As luvas possuem touchscreens capacitivos e são mais facilmente removíveis. Até mesmo o capacete é mais moderno, com uma espécie de zíper que simplifica a colocação e o deixa mais leve.

A viseira é feita de policarbonato e proporciona uma visão periférica maior. A pressurização é feita com mais agilidade e garante a segurança dos astronautas, conforme exigência da NASA. Outra vantagem é o fato de um projeto mais simples apresentar menos partes propensas a danos.

Astronauta Sunni Williams testa o novo uniforme
Astronauta Sunni Williams testa o novo uniforme

O primeiro voo da Starliner deverá acontecer em agosto de 2018 e faz parte de um projeto da NASA que financia viagens espaciais de outras empresas – no caso, da Boeing. Antes disso, porém, em maio, deverá ser lançado a nave Dragon, da SpaceX. O uniforme a ser usado ainda não foi divulgado, mas especula-se que até designers de uniformes de super-heróis podem estar por trás dessa roupa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: