Dilma, Lula e PT Queriam Outra Ditadura no Brasil

forças armadas

Exército brasileiro reage mal à Resolução do Diretório Nacional do PT sobre Conjuntura, que aponta claramente as intenções petistas de implantação da cartilha ‘bolivariana’ nas Forças Armadas e um possível Golpe Militar no país.

Em um só parágrafo, é possível ver que os brasileiros desta ala da esquerda que ainda cultiva a ideia da Ditadura do Proletariado, sempre quis implantá-la no país, vírgula por vírgula, como se nós não tivéssemos vivido fatos horríveis dentro de todas as ditaduras comunistas que existiram, e como se nós brasileiros, em particular, não tivéssemos passado por uma ditadura militar recentemente, que foi dolorosíssima para tantos, e que enterrou a vida da democracia e da liberdade no país, e a deixou lá por 20 longos anos (leia também o artigo abaixo, de Eliane Cantanhêde para o Estadão, com a declaração do comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, sobre a Resolução do PT).

Como um militante de esquerda, sempre soube que existia sim, esta vontade. Mas não sabia exatamente, até onde esta ala criminosa de petistas e comunistas, chamada de esquerda no Brasil, poderia chegar em seu projeto de poder. Esta aparente confusão de palavras, com esquerda para lá, esquerda para cá … eu sou de esquerda, ele não é … na verdade, não há nenhuma confusão, e sim categorização. Para mim, ditadores não são nada em termos políticos. Podem usar ideologias, mas são apenas ditadores. Esquerda e direita só existem na Democracia. Palavra que aparece no parágrafo que vocês podem ler a seguir, mas que se contradiz quando entende-se o contexto do todo. Este trecho, desenha a Ditadura do Proletariado, e ponto final. Logo, é ditadura, não é Democracia. Esta palavra não poderia estar aí. Um Chefe de Estado e/ou Governo não tem a incumbência de colocar as Forças Armadas,  Polícia Federal e o Ministério Público Federal no ‘eixo’. São Instituições criadas justamente para policiar outros poderes. Para proteger a Sociedade Civil de Direito de crimes, que cansamos de ver políticos inescrupulosos cometendo. E que ditadores cometem logo quando acordam, até a hora que vão dormir.

“Fomos igualmente descuidados com a necessidade de reformar o Estado, o que implicaria impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; modificar os currículos das academias militares; promover oficiais com compromisso democrático e nacionalista; fortalecer a ala mais avançada do Itamaraty e redimensionar sensivelmente a distribuição de 5 verbas publicitárias para os monopólios da informação.”

*parágrafo da Resolução do PT que irritou o Exército, na página 4 do documento

Escrevem que deveriam ter impedido a sabotagem conservadora … os caras do tal Golpe de Estado, a saber, seus próprios aliados no Congresso Nacional, Tribunais dos mais diversos, Polícia Federal, Ministério Público, Procuradoria Geral da República e o Supremo Tribunal Federal – eis os golpistas. Justamente as Instituições que criamos para nos proteger de bandidos e tiranos. Enfim, os Golpistas são a LEI. E para o PT, a Constituição do Brasil é um enorme problema a ser resolvido.

E para começo de conversa: desde quando este Partido dos Trabalhadores de hoje tem alguma coisa de VANGUARDA, para chamar qualquer outro grupo de conservador? Além do que, estavam todos juntos até agora há pouco. Em que se diferem?

O ideal petista era uma ditadura militar bolivariana sim. Qualquer militante de esquerda que se prese sabe disso. O que eu particularmente não sabia, é que já tinham coragem de escrever isso em um documento.

Achei ótimo, porque assim, fica bem menos trabalhoso argumentar contra as mentiras e o diversionismo tão praticado por parte dessa base política, todo santo dia em que abrimos as redes sociais, ou saímos às ruas do Brasil.

Infelizmente, ao invés de optarem por vencer a direita no argumento, na briga democrática da contraposição de diferenças, na ‘Ágora’ onde o solo é gelado por causa do mármore e todo cidadão tem o direito à palavra, como se fosse um rei em uma monarquia … ao invés disso, eles querem a imposição, querem comprar a todos e depois, enfiar goela abaixo toda ânsia de uma ideologia engessada pela estupidez, de onde não se aproveita mais quase nada além do nome honroso daqueles que um dia a pensaram, mas que, como todos nós, tiveram que morrer, e não puderam atualizar suas obras com o decorrer dos acontecimentos do mundo.

Estes seres da política brasileira, são para mim como peças de museu. São neandertais da Consciência Humana, nem chegaram ainda ao status de Animais Políticos. Pessoas que andam mas não pensam. Que agem mas não medem. Que brigam com facas nos dentes pela defesa da corrupção, da injustiça, do populismo e de uma futura ditadura de ‘esquerda’, que de esquerda mesmo, não tem nada. Não são socialistas de verdade, e nem nunca experimentaram o que é isso. A maioria ali, nunca sentiu o sabor da miséria e da fome (como eu senti por alguns anos), e discursam sobre as classes sociais de baixo poder aquisitivo, sem sequer conhecê-las direito. Sem a faculdade e sem o trabalho de campo, parecem palhaços de circo. É lamentável.

O fim da sociedade de classes deverá ser alcançado pelo esforço político, eis a primeira regra básica de um verdadeiro comunismo. Tudo tem que começar por aí, pelo respeito à coletividade, à civilidade com o outro. A violência, a mentira e o desrespeito a seus comuns, não podem ser justificadas por nada. Sair de um Estado de Paz para um Estado de Guerra para implementar estas ideias políticas da esquerda do século XIX, como se estivéssemos vivendo aquela época, e não no Brasil de 2016, é coisa de gente doente, digna de internação.

Covardes … três vezes !!! Antes mesmo de o galo cantar a primeira.
Seres das Sombras que só agem na Madrugada.

Caminho errado. A LUZ só alimenta quem tem coragem de sair das trevas.

assinatura digital

Paul Sampaio, perfil, 1  Paul Sampaio – Autor


Presidenta será julgada em processo de impeachment e Michel Temer assume interinamente o Governo


eliane cantanhêde

PT irrita Exército com Planos Fracassados de Poder

Eliane Cantanhêde para o Estadão

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, reagiu com irritação à Resolução do Diretório Nacional do PT sobre Conjuntura, aprovada na última terça-feira, em que o partido, em meio críticas à própria atuação e ao governo Dilma Rousseff, incluiu um “mea culpa” por não ter aproveitado seus 13 anos no poder para duas providências em relação às Forças Armadas: modificar o currículo das academias militares e promover oficiais com “compromisso democrático e nacionalista”.

“Com esse tipo de coisa, estão plantando um forte antipetismo no Exército”, disse o comandante ao Estado, considerando que os termos da resolução petista _ e não apenas às Forças Armadas _ “remetem para as décadas de 1960 e de 1970″ e têm um tom “bolivariano”, ou seja, semelhante ao usado pelos regimes de Hugo Chávez e agora de Nicolás Maduro na Venezuela e também por outros países da América do Sul, como Bolívia e Equador.

Segundo o general Villas Boas, o Exército, como Marinha e Aeronáutica, atravessam todo esse momento de crises cumprindo estritamente seu papel constitucional e profissional, sem se manifestar e muito menos sem tentar interferir na vida política do país. Ele espera, no mínimo, reciprocidade. Além dele, oficiais de altas patentes se diziam indignados contra a resolução do PT. Há intensa troca de telefonemas nas Forças Armadas nestes dois últimos dias.

Eis o parágrafo da Resolução do PT que irritou o Exército, na página 4 do documento:

“Fomos igualmente descuidados com a necessidade de reformar o Estado, o que implicaria impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; modificar os currículos das academias militares; promover oficiais com compromisso democrático e nacionalista; fortalecer a ala mais avançada do Itamaraty e redimensionar sensivelmente a distribuição de 5 verbas publicitárias para os monopólios da informação.”


Comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas
Comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s