O Tempo de Kairós e Cronos


O momento certo e oportuno será em um certo instante do tempo cronológico, que acontecerá com um certo tempo climático, e tudo será único mais uma vez.


Kairós-e-Cronos


[subtabs title=””]
[subtab title=”Visão Geral”]


O que é Kairós:

fonte: significados.com.br

kairosKairós é uma palavra de origem grega, que significa “momento certo” ou “oportuno”, relativo a uma antiga noção que os gregos tinham do tempo.

A noção de tempo representada pelo termo kairós teria surgido a partir de um personagem da mitologia grega. Kairós era filho de Cronos, deus do tempo e das estações, e que, ao contrário de seu pai, expressava uma ideia considerada metafórica do tempo, ou seja, não-linear e que não se pode determinar ou medir, uma oportunidade ou mesmo a ocasião certa para determinada coisa.

Pode-se entender que o chamado “kairós” é um momento oportuno único, que pode estar presente dentro do espaço de um tempo físico, determinado por Cronos, segundo a mitologia grega. Em outras palavras, kairós seria o período ideal para a realização de uma coisa específica, que pode ser um objeto, processo ou contexto.

Atualmente, no grego moderno, a palavra kairós possui o significado de “tempo climático”, similar ao significado da palavra weather em inglês.

No âmbito religioso, a palavra kairós é utilizada no sentido de “tempo espiritual” ou “o tempo de Deus”, que é divergente do conceito cronológico de tempo terrestre, ou seja, as horas, os dias, os anos e etc.

O chamado “kairós de Deus” não pode ser medido, pois, de acordo com uma das passagens da Bíblia Cristã: “(…) um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia” (2 Pedro 3:8).

Kairós e Cronos

Para a filosofia grega, kairós simbolizava a ideia de tempo momentâneo, uma oportunidade ou um período específico para a realização de determinada atividade, por exemplo. Kairós não era entendido como um tempo cronológico, mas sim como um momento no presente ideal para algo.

Já o conceito de cronos está relacionado com a ideia de tempo cronológico e físico, como as horas, os minutos, os dias e etc.

Para a igreja cristã, os termos kairós e cronos são antagônicos no sentido de um significar o “tempo de Deus” (kairós) e o outro o “tempo dos humanos” (cronos).

[/subtab]
[subtab title=”Wikipédia”]


 

Kairós

Origem: Wikipédia

Kairos retratado em um afresco do século XVI por Francesco Salviati.

Kairós (em grego καιρός) é uma palavra da língua grega antiga que significa “o momento oportuno”, “certo” ou “supremo”. Na mitologia, Kairós é filho de Chronos(Deus do tempo e das estações).

Os gregos antigos possuíam duas palavras para a moderna noção de “tempo”: chronos e kairos. Enquanto a primeira era usada no contexto de tempo cronológico, sequencial e linear, ao tempo existencial os gregos denominavam Kairos e acreditavam nele para enfrentar o cruel e tirano Chronos. Enquanto o primeiro é de natureza quantitativa, Kairos possui natureza qualitatitva 1 . Em grego antigo e moderno, kairós (em grego moderno pronuncia-se kerós) também significa “tempo climático”, como a palavra weather em inglês.

Na estrutura linguística, simbólica e temporal da civilização moderna, geralmente emprega-se uma só palavra para significar a noção de “tempo”. Os gregos antigos tinham duas palavras para o tempo: chronos e kairos. Enquanto o primeiro referia-se ao tempo cronológico ou sequencial (o tempo que se mede), este último é um momento indeterminado no tempo em que algo especial acontece: a experiência do momento oportuno. O termo é usado também em teologia para descrever a forma qualitativa do tempo, como o “tempo de Deus”, enquanto khronos é de natureza quantitativa, o “tempo dos homens”.

Na Filosofia e na Mitologia

Na filosofia grega e romana, Kairós é a experiência do momento oportuno. Os pitagóricos viam-lhe como “Oportunidade”. Kairos é o tempo em potencial, tempo eterno e não-linear, enquantoChronos é a medida linear de um movimento ou período. Na disciplina Retórica, Kairos era uma noção central, pois caracterizava “o momento fugaz em que uma oportunidade/abertura se apresenta e deve ser encarada com força e destreza para que o sucesso seja alcançado” 2 .

Na Mitologia, Kairós era habitualmente considerado filho menor de Chronos e Reia, mas posteriormente, na genealogia dos deuses, parece estar associado a todos eles como manifestação de um momento específico. Kairos, além de filho de Chronos, pode ser (ou estar manifesto em) Zeus; Kairós pode ser Chronos (Tempo), mas também Aevum (Eternidade); Kairos é Atena(Inteligência) e também Eros (Amor); inclusive Dionísio pode ser Kairos.

Kairos-Relief von Lysippos (doséculo IV), Antike Kopie in Trogir

Na teologia cristã

Na teologia cristã, em síntese apertada, pode-se dizer que chronos, é o “tempo humano”: medido em anos, dias, horas e suas divisões. Enquanto o termo Kairós descreve “o tempo de Deus”, que não pode ser medido, pois “para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos como um dia.”

No monoteísmo, Kairós e Aevum passam a ser atributos do Deus único, recolhendo ideias precedentes da filosofia clássica grega.

Referências

Mark Freier (2006) “Time Measured by Kairos and Kronos”

  1. Ir para cima Mark Freier (2006) “Time Measured by Kairos and Kronos”
  2. Ir para cima E. C. White, Kaironomia p. 13

[/subtab]
[/subtabs]


Kairós


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s